Resenha: São Paulo – Hangar 110

E a noite do dia 28, fez fechar o sábado com chave de ouro.

Depois de quase dois meses, Esteban volta a São Paulo para mais um belo show, que mesmo depois de muito futebol e farra, os fãs não hesitaram em prestigiar o show.

 Esteban

Às 19h, na rua Rodolfo Miranda, já se via uma movimentação e a formação da fila para entrar no Hangar 110. A abertura do show ficou por conta das bandas Áudio Estrada, Projeto Acaso, e Gin; que foram aplaudidas e super bem recebidas.

E o show não demorou para começar. Em poucos minutos após a última apresentação, Rodrigo Tavares e Paulinho Goulart já estavam atrás das cortinas. E iniciou-se o baile!

Tavares agradeceu a presença de cada um, que mesmo em dia de jogo da Seleção Brasileira, estavam lá, para recepcioná-lo. O repertório contou com as músicas clássicas do Adiós Esteban, da banda aBRIL, da parceria com o Humberto e cover dos Engenheiros do Hawaii.

E para atender os pedidos da plateia: Milonga! Um dos momentos mais marcantes, e talvez mais nostálgicos. O acordeon iniciou a melodia e emocionou todo o Hangar.

Esteban

Pra Ser, Dia 23 e Future Tense, estavam na lista das mais recentes, mas nem por isso calou a galera. Todos cantaram emocionados, e dividiam essa paixão com ele.

Com um repertório saudosista, a última música foi Sinto Muito Blues, e o show terminou exatamente às 23h. Rodrigo Tavares agradeceu mais uma vez a presença de todos, e os fãs retribuíram com aplausos e carinho.

Nesse momento o Hangar 110 foi esvaziando e as pessoas foram seguindo seus rumos.

Esteban

O EstebanBR mais uma vez estava presente nesse espetáculo, e agradecemos a presença de todos os fãs.

A nossa próxima parada é em Porto Alegre! Vemos vocês por lá.

Agradecimentos especiais: Rodrigo Tavares, Paulinho Goulart e Carlos Carreiro.